• Azeens

Como o magnésio ajuda a reduzir a pressão arterial

Sabia que uma em cada três pessoas tem hipertensão, ou pressão alta?



Esse é um problema de saúde comum e grave, já que a hipertensão não controlada pode causar doenças cardíacas e aumentar o risco de derrame cerebral. Também é perigoso porque normalmente não emite sinais ou sintomas de alerta.


Você geralmente recebe o diagnóstico de pré-hipertensão se sua pressão arterial fica entre 120/80 e 140/80, e valores acima de 140/80 são normalmente diagnosticados como hipertensão.


O primeiro número é sua pressão sistólica, que deve ser abaixo de 120 normalmente. O segundo número é sua pressão diastólica, que deve ser abaixo de 80 normalmente. Se o número da pressão sistólica ou diastólica for maior do que 120/80, você pode receber o diagnóstico de hipertensão ou pré-hipertensão.


Felizmente, mais de 85% das pessoas com hipertensão podem normalizar a pressão arterial através de mudanças no estilo de vida; e certificar-se de ingerir a quantidade suficiente de magnésio é um bom começo.


Porque é que o magnésio é importante para uma pressão arterial saudável e para o funcionamento do coração?


No estudo A suplementação de cálcio no tratamento da hipertensão, Calcium Supplementation in the Treatment of Hypertension J Amer Osteo Assoc 85:104-107, 1985, foi evidenciado a conexão de importantes minerais, como cálcio e magnésio, na estabilização da pressão arterial.


Para o efeito, ao realizar suplementação de magnésio, é importante saber que deve complementar com cálcio. Ou seja, deve tomar os dois suplementos.


O estudo revelou ainda quedas significativas tanto na pressão arterial sistólica quanto diastólica entre as pessoas com hipertensão depois de tomar um suplemento de magnésio por apenas 12 semanas.


Na realidade, o magnésio é o quarto mineral mais abundante no seu corpo e é responsável pelo funcionamento de mais de 350 enzimas no seu corpo, incluindo o seguinte:


· Ação do músculo do coração

· Formação correta dos ossos e dentes

· Relaxamento dos vasos sanguíneos

· Auxílio no funcionamento intestinal correto

· Ajuste dos níveis de açúcar no sangue


O magnésio é muito importante no coração principalmente, e os médicos vêm prescrevendo magnésio para doenças cardíacas desde a década de 1930.


Uma análise de sete estudos clínicos principais mostrou que o magnésio intravenoso reduziu as chances de morte em mais da metade em pacientes que sofriam de ataque cardíaco.


Um estudo, LIMIT-2, desenvolveu um protocolo para dar magnésio assim que possível depois do início de um ataque cardíaco e antes de qualquer outro medicamento. Quando esses critérios foram seguidos, houve uma forte redução nos danos ao músculo do coração, e nem a hipertensão nem a arritmia (batimentos cardíacos anormais) se desenvolveram.


O magnésio pode oferecer esses benefícios porque, no coração, ele ajuda a:


· Dilatar os vasos sanguíneos

· Prevenir espasmos no músculo do coração e nas paredes dos vasos sanguíneos

· Dissolver os coágulos sanguíneos

· Diminuir drasticamente o local da lesão e prevenir a arritmia

· Atuar como um antioxidante contra os radicais livres que se formam no local da lesão


Se suspeita que tem falta de magnésio, pode consumir esse mineral através do alimento nas verduras folhosas orgânicas, abacates, amêndoas, algumas favas e ervilhas.




Sinais que tem carência de Magnésio


Estima-se que até 80% da população tenha deficiência desse importante mineral, afirma Carolyn Dean, médica e naturopata, autora do livro The Miracle of Magnesium (O milagre do magnésio).


A deficiência contínua de magnésio pode levar a:


· Dormência e formigamento

· Contrações e cãibras musculares

· Espasmos coronários

· Fadiga e fraqueza

· Arritmia


A causa mais comum de ter pressão arterial alta


A deficiência de magnésio pode contribuir para a pressão alta, mas a causa subjacente mais comum está relacionada geralmente à produção de insulina em excesso pelo seu corpo. À medida que os níveis de insulina sobem, isso faz com que a pressão arterial suba também.

Uma pesquisa publicada em 1998 no periódico Diabetes indicou que quase dois terços dos participantes do teste que tinham resistência à insulina também tinham pressão alta.

Essa conexão crucial entre a resistência à insulina e a hipertensão é outro exemplo da amplitude dos efeitos debilitadores dos níveis altos de insulina, leptina e glicose no sangue.

Eu recomendo que você faça um exame de insulina em jejum solicitado pelo médico, principalmente se você está lutando contra a pressão alta. O nível que você quer alcançar é cerca de 2 ou 3. Se for 5 ou mais de 10, você tem um problema e precisa definitivamente reduzir seus níveis de insulina para baixar o risco de pressão alta e outros problemas cardiovasculares.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
NEWSLETTER azeens

Receba as nossas newsletters e fique a par

de todas as novidades e promoções Azeens!

AZEENS
SIGA-NOS

© 2020 Azeens por Repleto de Vida Lda.

Azeens Lda. 

Via José Régio,400
Vilar do Pinheiro, 4485-860

NIPC PT509894623

Telefone: 800 215 216/ +351 229 279 815

Email: contact@azeens.com

azeens.com

livroreclamacoes-300x123.png
Métodos de Pagamento
Métodos de ENVIO
0